Na mansão em que polícia prendeu “Capilé”, foram apreendidos 86 relógios de luxo, 3 mil reais e 11,8 mil dólares

Por
Reuters

access_time

15 dez 2018, 23h02 – Publicado em 15 dez 2018, 22h40

Agentes antidrogas do Paraguai prenderam, neste sábado 15, um dos chefes da organização Terceiro Comando Puro, uma das mais importantes facções criminosas do Rio de Janeiro, segundo um comunicado oficial.

O homem foi identificado como Carlos Eduardo Sales Cardoso, conhecido como “Capilé“, e tinha mandado de prisão no Brasil por tráfico de drogas e homicídio, segundo a Secretaria Nacional Antidrogas (Senad) do Paraguai.

Os agentes o detiveram em uma luxuosa residência em Assunção, em uma operação na qual também participou a Polícia Federal brasileira. No local, foram encontrados 86 relógios de luxo, 3 mil reais e 11,8 mil dólares.

Um funcionário da comunicação do Senad disse a um jornal local que o homem, que tinha um documento de identidade que incluía Eduardo dos Santos, estava procurando estabelecer uma base de operações para o grupo em Assunção.

“Capilé” será expulso do Paraguai e entregue às autoridades do Brasil, acrescentou o Senad.

(Com AFP)

 



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here