Querem evitar fim dos serviços

Por
Da Redação

access_time

24 jan 2019, 17h21

As empresas TV1.com e Isobar estão reunidas com integrantes do governo no Palácio do Planalto para tentar evitar o fim do contrato com a Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom). 

As duas cuidam da conta digital do governo, o que inclui o monitoramento das redes sociais. Pelo serviço, recebem R$ 24 milhões por ano.

Na última terça (22), Bolsonaro não renovou o contrato com a agência CDN, que cuidava da relação do governo com a imprensa estrangeira. 



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here