Barragem da companhia Vale, na mina do Córrego do Feijão, rompeu na manhã desta sexta-feira (25).

Após avançar sobre instalações da mineradora Vale e casas da área rural da cidade de Brumadinho, o rio de dejetos deve alcançar a hidrelétrica de Retiro Baixo em dois dias.

“A barragem da Usina está a 220 km do local do rompimento e possibilitará amortecimento da onda de rejeito”, diz uma nota da agência reguladora Agência Nacional de Águas (ANA) publicada no fim da tarde desta sexta-feira (25).

A agência reguladora, vinculada ao Ministério do Meio Ambiente, afirmou estar em constante comunicação com órgãos e autoridades federais e estaduais para manter o abastecimento de água e qualidade para as cidades que captam água ao longo do rio Paraopeba, registra o “Poder 360“.

O presidente Jair Bolsonaro vai sobrevoar a região na zona metropolitana de Belo Horizonte neste sábado (26) para o local do desastre, conforme noticiou a RENOVA.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here