O presidente Jair Bolsonaro subiu a bordo de um helicóptero militar para sobrevoar a região de Brumadinho, zona metropolitana de Belo Horizonte, atingida pelo rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Vale.

Após uma breve análise dos estragos, Bolsonaro teve uma reunião com ministros e com o governador de Minas Gerais, Romeu Zema.

Bolsonaro informou que o governo de Israel vai oferecer tecnologia para auxílio das buscas. O presidente brasileiro conversou pessoalmente por telefone com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu.

O governo federal também reconheceu estado de calamidade pública do município de Brumadinho (MG) após o desastre causado pelo rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Vale.

Este é o primeiro passo para que o governo federal possa facilitar a liberação e recursos para o município, conforme noticiou a RENOVA.

Confira abaixo a íntegra da nota publicada pela Presidência da República, como publicada pelo “Bem Paraná“:

Estive, nesta manhã, na região de Brumadinho, em Minas Gerais, atingida tragicamente pelo rompimento da barragem da Vale S.A.

Sobrevoei a área, verifiquei a extensão dos danos e confesso minha tristeza, principalmente pela perda lamentável de vidas humanas.

Acompanhei, juntamente com o Governador Romeu Zema, a avaliação das equipes dos órgãos governamentais e determinei que o Governo Federal proporcione total suporte à população vitimada por esse desastre.

Disponibilizaremos recursos humanos, financeiros e tecnológicos para apoiar o Estado de Minas Gerais.

Paralelamente, adotaremos todas as medidas necessárias para que tragédias como essa não se repitam e não fiquem impunes.

Foi oferecido e aceitamos, por parte do 1º Ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ajuda na busca de desaparecidos.

Presidente Jair Bolsonaro.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here