Acidentes envolvendo veículos e aviso de ressaca no mar emitido pela Marinha são preocupações adicionais na cidade nesta quarta-feira

Por
Da Redação

access_time

13 fev 2019, 10h47 – Publicado em 13 fev 2019, 10h13

A frente fria esperada para a tarde desta quarta-feira, 13, no Rio de Janeiro, provocando fortes chuvas com risco de impacto na vida da cidade, chegou antes do esperado e já dificulta a rotina dos cariocas desde a noite de terça, atravessando toda a madrugada.

Segundo o Centro de Operações da Prefeitura do Rio (COR), em boletim das 9h, são dezesseis os pontos de acúmulo de água na cidade. A Defesa Civil recebeu, até o momento, 43 chamados de vistorias de rachaduras e infiltrações, mas as sirenes de emergência de comunidades consideradas de mais alto risco não precisaram ser acionadas.

As estações de monitoramento da Ilha do Governador, de São Cristóvão e da Avenida Brasil apresentam os maiores índices pluviométricos. Alagamentos em acessos provocaram o fechamento da estação São Francisco Xavier, da SuperVia, a operadora de trens urbanos da cidade.

Na Avenida de Santa Cruz, em Bangu, a recomendação é de especial cautela, por parte da Guarda Municipal. A via foi escoada por volta das 10h da manhã e o trânsito volta gradualmente a fluir na região.

A ocorrência de acidentes em meio às chuvas é uma das principais causas de lentidão. A colisão entre dois carros na Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, uma das mais importantes vias de ligação da cidade, provoca trânsito intenso no quilômetro 2,5, sentido à Zona Norte.

Outro acidente, de um carro que colidiu com um poste de energia elétrica, provocou a interdição do acesso ao viaduto 31 de Março. Por riscos elétricos, a companhia Light foi acionada antes da reabertura da via.

Segundo o COR, a expectativa é de chuva entre forte e muito forte no restante da manhã e à tarde. Segundo o Alerta Rio, o estado segue de atenção para precipitações mas há risco baixo de deslizamentos. A expectativa é que a temperatura na capital fluminense fique ao longo do dia entre 19 e 26 graus.

Uma preocupação adicional é com uma ressaca no mar identificada pela Marinha, com risco de ondas de mais de dois metros de altura. A Prefeitura do Rio recomenda que ninguém entre no mar, o que inclui banhos eventuais, prática de esportes e inclusive pesca. Também é recomendado cuidado redobrado ao transitar, a pé e de bicicleta, pela orla da cidade. O aviso está válido até as 10h de quinta-feira 14.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here