A fronteira entre Brasil e Venezuela foi fechada na quinta-feira à noite e somente ambulâncias podem passar. Militares chavistas que estão no local para impedir a passagem, atiraram na manhã desta sexta-feira em pessoas que resistiam aos bloqueios. Pelo menos duas morreram e 14 ficaram feridas. Entre os mortos, está uma mulher que vendia empanadas na área em que o confronto aconteceu.

 

O líder da oposição Juan Guaidó, que se autoproclamou presidente da Venezuela, publicou um “decreto presidencial” obrigando a reabertura da fronteira. O bloqueio começou porque o presidente Nicolás Maduro é contra a ideia de ajuda humanitária que chegaria amanhã pela fronteira, a pedido de Guaidó.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here