A líder chavista Delcy Rodríguez informou que o ditador Nicolás Maduro ordenou o “fechamento temporário” das pontes Simón Bolívar, Santander e Unión, na fronteira entre Venezuela e Colômbia.

Em mensagem publicada na noite desta sexta-feira (22) na rede social Twitter, Delcy Rodríguez justificou o bloqueio das pontes fronteiriças “devido às ameaças graves e ilegais que o governo da Colômbia lançou contra a paz e a soberania da Venezuela. “

Além disso, a funcionária do alto escalão da ditadura de Nicolás Maduros observou que as passagens fronteiriças vão voltar ao normal assim que os “graves atos de violência contra nosso povo e nosso território forem controlados, a normalidade da fronteira será restaurada”.

O presidente interino, Juan Guaidó, prometeu que neste sábado (23) as toneladas em ajuda humanitária internacional irão adentrar em território venezuelano.

O ditador da Venezuela não aceita a entrada da ajuda, alegando que tudo não passa de um grande plano dos Estados Unidos para invadir militarmente o país. O fechamento das pontes na fronteiras deixa claro que Maduro não pretende ceder.



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here