Ajuda humanitária internacional deve tentar entrar na Venezuela nas próximas horas sob liderança do presidente interino Juan Guaidó.

Guarda Nacional Bolivariana (GNB) reprime população em várias localidades na fronteira da Venezuela com a Colômbia. Os principais confrontos estão acontecendo na cidade de Ureña.

As redes sociais estão repletas de vídeos com cenas do embate entre manifestantes e as forças de segurança do ditador Nicolás Maduro. Mais cedo, quatro membros da GNB desertaram e cruzaram a fronteira com a Colômbia.

O senador norte-americano, Marco Rubio, denunciou a presença de agentes da ditadura de Cuba entre os agentes das forças de segurança reprimindo a população na cidade de Ureña.

RENOVA está fazendo uma cobertura em tempo real da crise na Venezuela através do nosso perfil no Twitter. Você pode conferir clicando AQUI.



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here