O presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, falou nas redes sociais no fim da noite deste sábado (23) sobre os últimos acontecimentos no País.

Em mensagem na rede social Twiter, o presidente interino, Juan Guaidó, afirmou:

“Os acontecimentos de hoje obrigam-me a tomar uma decisão: apresentar formalmente à comunidade internacional que devemos ter todas as opções em aberto para alcançar a libertação deste país, que está lutando e continuará a lutar. Esperança nasceu para não morrer, Venezuela!”

E acrescentou:

“Para avançar em nossa rota, nos reuniremos na segunda-feira com nossos aliados da comunidade internacional, e continuaremos a solicitar ações futuras dentro do país. A pressão interna e externa é fundamental para a liberação.”

Na próxima segunda-feira (25), o líder opositor vai participar da reunião do Grupo de Lima, em Bogotá, capital da Colômbia.

Os vice-presidentes dos Estados Unidos, Mike Pence, e do Brasil, Hamilton Mourão, confirmaram presença no evento.

Mais cedo, em pronunciamento ao lado do presidente da Colômbia, Iván Duque, e do Secretário-Geral da OEA, Luis Almagro, Guaidó declarou:

“Hoje vimos um homem que manda queimar comida diante dos famintos, vimos um homem queimar remédios em frente aos doentes. […] O mundo viu a pior face desse regime. A pior cara da ditadura venezuelana.”

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here