Nove túmulos do cemitério judeu da cidade argentina de San Luis foram profanados durante o fim de semana.

De acordo com informações da Delegação de Associações Israelitas Argentinas (Daia):

“O ato de vandalismo foi realizado por desconhecidos que pularam os muros e destruíram mármores, placas, objetos de bronze e outros objetos que estavam no local.”

Ariel Braverman, dirigente do grupo político Libres del Sur, declarou à imprensa:

“Foi como em 2009, quando profanaram as sepulturas dos meus bisavós Marcos Braverman e María Blejer e outras sete no cemitério de San Luis.”

E, segundo o UOL, acrescentou:

“Foi um terrível ato de neonazismo, intolerância e ódio por parte dos setores do obscurantismo medieval de San Luis que muitos de nós conhecem.”

A comunidade judaica da Argentina é composta por cerca de 190 mil pessoas e é uma das maiores da América Latina.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here