Deputada estadual mais votada do Brasil, Janaina demonstra frustração influência da velha política para definição da presidência da Alesp.

Os mais de dois milhões de votos de Janaina Paschoal (PSL-SP) nas eleições do ano passado não parecem traduzir-se em força política dentro da Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo).

Janaina disputa a presidência da Casa contra o deputado Cauê Macris (PSDB-SP) com chances diminutas de sucesso na eleição marcada para amanhã.

O tucano conta com apoio de uma ampla articulação suprapartidária. Até mesmo o Partido dos Trabalhadores (PT) está ao lado de Macris.

Segundo o UOL, Janaina conta apenas com os votos dos 15 integrantes de sua bancada mais o do deputado Arthur do Val (DEM-SP), que contrariou orientação do partido e declarou voto na candidata do PSL.

Ao todo, os 94 deputados votam na eleição para presidente da Alesp. Ou seja, o caminho a ser percorrido por Janaina é longo e tortuoso.

Janaina alega que os deputados estão arrumando mil desculpas para não votar nela e apoiar a composição feita pelo tucano Cauê Macris.

“Criaram a tese de que vou tirar os carros oficiais dos deputados, tudo para fugir de admitir que não vão votar em mim porque fizeram acordos com o adversário em torno de cargos na casa”, afirmou Janaina, ainda segundo o UOL.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here