Benedita da Silva insinua que gente como Jean Wyllys e Márcia Tiburi só fogem do país por excesso de coragem

Por
Augusto Nunes

access_time

15 mar 2019, 14h48

“Sou uma veterana. Nunca fugi do meu dever, enquanto mulher trabalhadora, mulher negra, e, neste momento, não posso assumir essa presidência, nesse dia histórico, sem fazer duas homenagens: a Marielle Franco e a Carolina Maria de Jesus, que deixaram um grande legado para o nosso País, que provaram que é possível avançar quando se acredita, quando se compromete. E não falar delas, hoje, era não reconhecer o passado e muito menos honrar o presente”. (Benedita da Silva, deputada federal pelo PT do Rio de Janeiro, na cerimônia de posse como presidente da Comissão de Cultura, na Câmara dos Deputados, insinuando que gente como Jean Wyllys e Márcia Tiburi só fogem do país por excesso de coragem)



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here