Quem ainda não experimentou Curaçao Blue, não tem a mínima noção do que está perdendo.

É um licor com sabor um pouco seco que se torna alegre ao tocar o céu da boca. A sua coloração original é hipnotizante, mas pode ser esverdeada, vermelha ou dourada.  

Em Landhuis Chobolobo, um lugar histórico de Curaçao fica a fábrica que antigamente era uma mansão. Com visitas monitoradas, é possível entender o processo de maneira visual e sensorial, além de ver a destiladora de cobre que está em funcionamento sem interrupções desde 1896.

Conta a lenda que a laranja foi originalmente trazida pelos espanhóis para ser plantada em Curaçao, mas não “vingou”. O fruto foi ao longo dos anos se adaptando ao solo seco, duro e ao calor da ilha, gerando uma laranja mais amarga com uma espessa casca.

Todo o processo do licor é feito de manualmente, desde a colheita até o descascar das laranjas, levando em média 17 dias. O licor é feito usando apenas a casca das laranjas, que após descascadas secam ao sol por 5 dias seguidos. Nesse período, em nenhuma hipótese a laranja pode ficar molhada e as cascas são completamente cobertas em dias de chuva ou extremamente úmidos.

Após secas, as cascas são pesadas para serem misturadas com especiarias. Praticamente são 4 ingredientes que compõem o licor de Curaçao. Como curiosidade, vale mencionar o design da garrafa do licor que é o mesmo (no formato da laranja dourada) há mais de um século.

Ah, não compare os licores azuis genéricos que temos aqui no Brasil com o verdadeiro licor de Curaçao.

O sabor é muito diferente, visto que as laranjas das quais o licor é feito praticamente só existem na ilha caribenha.

Curaçao é um país insular das Antilhas Menores no sul do Mar das Caraíbas e na região das Caraíbas holandesas, a aproximadamente 65 quilômetros ao norte da costa venezuelana.

É um país constituinte do Reino dos Países Baixos.

Em meados da década de 1980, a Shell vendeu a refinaria pela quantidade simbólica de um florim antilhano para um consórcio do governo local.

O consórcio do governo atualmente aluga a refinaria para a petrolífera estatal venezuelana PDVSA.

A economia de Curaçao está bem desenvolvida e apoia um alto padrão de vida, ocupando o 46º lugar no mundo em termos de PIB per capita e 27º no mundo em termos de PIB per capita nominal.

Centrale Bank van Curaçao Sint Maarten é o banco central mais antigo do Hemisfério Ocidental fundado em 1828. O sistema jurídico da ilha suporta uma variedade de estruturas corporativas e é um paraíso corporativo.

Embora Curaçao seja considerado um paraíso fiscal, adere ao Código de Conduta da UE contra práticas fiscais prejudiciais. Possui um intermediário qualificado do Serviço de Receita Federal dos Estados Unidos. É uma jurisdição aceita da Força Tarefa de Ação Financeira da OCDE e do Caribe sobre Lavagem de Dinheiro.

O país reforça o cumprimento do financiamento anti-lavagem de dinheiro e do combate ao terrorismo.

Curaçao opera principalmente com os Estados Unidos, a Venezuela e a União Europeia. Possui um Acordo de Associação com a União Europeia que permite às empresas que atuam em via e via Curaçao exportar produtos para mercados europeus, livre de direitos e cotas de importação.

Falar em Curaçao remete a praias com areia tão branca de doerem os olhos, um mar azul de águas limpas, pessoas bonitas e bronzeadas à beira-mar. Sol e brisa fresca passeando por entre os guarda-sóis.

Curaçao também evoca a lembrança de piratas com o olho tampado, bandeira negra com caveira e ossos entrecruzados, naus, canhões e ouro.

Ouro!

Palavrinha mágica que integra sub-repticiamente o sobrenome de um ditador: Nicolás Maduro mOROs.

A política de combate às drogas capitaneada pelos EUA desde os primeiros anos do século XXI, fez com que a lucratividade das quadrilhas envolvidas no tráfico de drogas caísse assustadoramente.

Em consequência, as organizações criminosas voltaram seus holofotes para a mineração, processamento, refino e comércio do ouro.

Teoricamente uma atividade legal, passa a ser o novo filão (novamente sem trocadilhos) dos traficantes. Óbvio que sem cumprir todas as obrigações, precauções e cuidados legais.

Aí entra em ação um mix perverso: posse ilegal de minas via assassinatos, exploração de pessoas via drogas ou por obrigação financeira, prostituição:

Agora, atentem para dados no mínimo desconexos:

Curaçao não tem nenhuma área de extração mineral, ilha pequena com apenas 444 km² e sua economia produtiva gira em torno do refino e exportação de petróleo e do turismo.

Entretanto as maiores exportações da ilha são de …

E, para dar um nó na cabeça, o mercado comprador fica em…

Ou seja, Curaçao não garimpa ouro, mas 35% de suas exportações são de ouro, 48% das exportações são de petróleo refinado, e o País que mais recebe produtos de Curaçao é a …. Suíça!

65 km de água separam Curaçao e Venezuela o que equivale a 51 minutos de voo entre a capital Caracas e Curaçao.

Não há ligação marítima entre Venezuela e Curaçao. Na teoria.

Ao chegar em Willemstad com uma documentação oficial reconhecendo e regulamentando qualquer quantidade de ouro, a pessoa pode fazer um depósito nos bancos da cidade e, caso queira (99,99%) solicita a transferência do valor ou do ouro para a Suíça ou outro País.

Simples assim.

Só para constar, Aruba – distante 25 minutos de voo a mais – também é outro grande exportador de ouro da região.

Os velhos piratas bucaneiros não faziam ideia de que estavam escrevendo a história do futuro ao escolher o Caribe como esconderijo de tesouros.

A Venezuela, antiga exportadora de petróleo, mudou o foco.

E suas exportações vão para…

Esses são os dados consolidados de 2017. Em 2018, os números da Venezuela serão alterados drasticamente tendo em vista o bloqueio e a pressão dos EUA e dos países que não reconhecem a legitimidade das últimas eleições. Como a RENOVA noticiou anteriormente, confira o resultado dos bloqueios comerciais aqui, aqui, aqui e aqui.

Além de esvaziar as riquezas naturais da Venezuela, Maduro está ficando sem lugar no planeta para esconder o ouro saqueado e o dinheiro desviado. Relembre as matérias clicando aqui, aqui e aqui.

Mas isso é tema para a próxima matéria.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here