Empresa responsável pela impressão do exame desde 2009 informou em 1º de abril que encerrou suas operações no Brasil

Por
Da Redação

access_time

2 abr 2019, 12h33 – Publicado em 2 abr 2019, 12h31

Apesar da falência da gráfica contratada para imprimir os cadernos de questões do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o cronograma da prova está mantido de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). A instituição afirmou que as provas serão realizadas nos dias 3 e 10 de novembro, seguindo o que foi publicado no edital.

“Em relação à falência da gráfica contratada para a diagramação e impressão dos cadernos de prova da edição deste ano do Enem, existem alternativas seguras sendo avaliadas”, informou o Inep, em nota oficial.

Nesta segunda-feira, dia 1º de abril, a RR Donnelley, multinacional responsável pelo exame desde 2009, informou que “precisou encerrar suas operações no Brasil” por causa das “atuais condições de mercado”. A notícia gerou apreensão entre especialistas sobre a manutenção do cronograma da prova.

As inscrições para participar do exame vão ocorrer entre os dias 6 e 17 de maio. O prazo para solicitar isenção da taxa de inscrição para o Enem 2019 e para justificar ausência na edição anterior ficará aberto até 10 de abril. A taxa para participação na prova de 85 reais deverá ser quitada entre os dias 6 e 25 de maio, em casas lotéricas, agências bancárias ou nos Correios.

O exame é composto por quatro provas com 45 questões objetivas cada e uma redação de, no máximo, 30 linhas. Para este ano, o Inep instalou uma comissão para avaliar as questões que estão disponíveis para serem utilizadas na prova e decidir quais ficarão de fora.



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here