Ministério da Mulher, família e Direitos Humanos quer usar a tecnologia do Sinal para localizar pessoas desaparecidas.

A ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, quer substituir o atual sistema de cadastro de pessoas desaparecidas para um sistema integrado de localização de pessoas.

O sistema almejado por Damares é semelhante ao Sinal (Sistema Nacional de Alarmes da Polícia Rodoviária Federal), que encontra veículos roubados.

“A ideia é aproveitar a tecnologia, mas adaptá-la à especificidade do problema”, explicou a ministra em publicação no Twitter, na manhã desta terça-feira (2).

“Policiais de todo o país podem ser imediatamente alertados quando sumir uma criança. Vamos unir forças para enfrentar de frente o problema e mudar a realidade do país”, acrescentou Damares.

O Sinal para veículos permite que quem teve o carro levado por bandidos entre no site da PRF e faça o registro do roubo, fornecendo dados do veículo e pessoais. Os dados são cruzados e as informações repassadas para os policiais, informa o portal R7.

“O Brasil tem 80 mil desaparecidos por ano, sendo 40 mil crianças e muitas delas não são localizadas. Para onde vão essas crianças? O Brasil consegue localizar carros roubados, porque não localiza as pessoas?”, indagou Damares.



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here