A histórica visita oficial de Bolsonaro a Israel chegou ao fim. O presidente já está voltando ao Brasil.

Ao deixar o hotel em Tel Aviv, nesta quarta-feira (3), o presidente da República, Jair Bolsonaro, conversou com jornalistas.

Questionado sobre a possibilidade de fazer visita aos país árabes, Bolsonaro esclareceu:

“Fui convidado por vários países árabes [para fazer visita]. Não estamos procurando encrenca com ninguém. Quero é solução! Todos aqueles que puderem fazer negócios conosco, da minha parte, vão ter todo carinho e consideração.”

E acrescentou:

“Mas tenho que respeitar o Estado de Israel. Respeito o povo palestino. Mas não posso concordar com grupos terroristas, pois estaria contra a minha biografia que combatia esse pessoal da ‘esquerdalha’ desde 70, quando era garoto. Meu compromisso é com Israel”.

Em nota publicada na última segunda-feira (1º), o grupo terrorista Hamas, que controla a Faixa de Gaza, criticou a abertura de um escritório de negócios do Brasil em Jerusalém:

“Exigimos que o Brasil recue de imediato dessa política que viola o Direito Internacional e o suporte do povo brasileiro e povos latino-americanos [à causa palestina].”

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here