Decreto foi assinado na última quinta-feira e fazia parte das metas estabelecidas para os primeiros cem dias de governo

Por
Da redação

access_time

15 abr 2019, 09h11 – Publicado em 15 abr 2019, 09h09

O presidente Jair Bolsonaro disse que o governo federal deve economizar cerca de 100 milhões de reais por ano com a implementação de um site único na internet para todos os canais digitais da administração federal. Pelo Twitter, o presidente disse que a cifra é o valor gasto com administração de milhares sites do governo.

A criação do portal Gov.Br foi autorizada pelo Decreto 9.756/2019, publicado em edição extra do Diário Oficial da União de quinta-feira, 11. O texto foi assinado por Bolsonaro durante a cerimônia que marcou os primeiros 100 dias de governo. A previsão é que a migração seja feita em até dois anos.

A primeira fase de implantação do projeto deverá ser concluída até 31 de julho deste ano, quando a plataforma do GOV.BR deverá estar disponível para adesão dos demais órgãos e entidades da administração pública direta, além de autarquias e fundações do Poder Executivo federal.

O prazo final para que todos os órgãos migrem os conteúdos de seus portais é 31 de dezembro de 2020. Depois disso, os os endereços eletrônicos serão desativados. A articulação com os gestores públicos e o monitoramento da unificação será de responsabilidade da Secretaria Especial de Modernização do Estado (Seme), que é vinculada à Secretaria-Geral da Presidência da República.

O portal único de governo é uma medida que tem sido adotada por outros países, como Reino Unido e México. A ideia é que seja uma plataforma com serviços e informações úteis ao cidadão, atualmente descentralizadas em milhares de endereços eletrônicos. 

(Com Agência Brasil)



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here