A obra, intitulada de “Meu Ayrton”, foi confeccionada pela artista plástica Paula Senna Lalli, sobrinha do tricampeão de F1

Por
Gazeta Press

access_time

15 abr 2019, 15h45

O Papa Francisco receberá uma escultura em bronze do piloto Ayrton Senna na próxima quarta-feira, dia 17, no Vaticano, em um cerimônia que recorda os 25 anos de legado do brasileiro. A obra, intitulada de “Meu Ayrton”, foi confeccionada pela artista plástica Paula Senna Lalli, sobrinha do tricampeão mundial de Fórmula 1, e fará parte do acervo do Museu do Vaticano.

“Recebi com muito orgulho a missão dada pela minha avó, que quis retratar de forma carinhosa a maneira como ele era lembrado pela família. Aceitei o desafio, mesmo reconhecendo a dificuldade da tarefa: pouquíssimas obras deste tipo eram aprovadas por nossos familiares, em especial por minha avó, conhecida pelo alto padrão de exigência”, disse Paula.

A ideia de conceber uma obra que fosse entregue ao Papa partiu do empresário e amigo pessoal da família de Ayrton, Claudio Giovanonni, que tinha conhecimento da importância da fé católica na vida do piloto. O processo de criação e execução da escultura teve início em 2016, quando a mãe do piloto, Neyde Senna, fez a encomenda à neta Paula, que é artista plástica.

A escultora confeccionou a obra com o auxílio de fotos e memórias de Ayrton Senna. Além desde recurso, Paula também contou com a ajuda de familiares, que posaram para ajudar a dar vida a aspectos da anatomia do piloto que as imagens não captavam. A artista não participará da cerimônia no Vaticano porque acabou de ter seu segundo filho.



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here