General Paulo Chagas conversou com o Radar nesta manhã; ele é um dos alvos da operação da PF, em investigação do STF sobre fake news

access_time

16 abr 2019, 08h20

Alvo de uma ação da Polícia Federal na manhã desta terça, em Brasília, o general Paulo Chagas, que está em Campinas (SP), onde foi visitar o neto, contou ao Radar sobre o episódio. Ele é um dos nomes na lista do ministro Alexandre de Moraes, do STF, no inquérito sobre fake news. O militar já fez críticas ao STF.

“Foi hoje de manhã. Minha filha me ligou: ‘a Polícia Federal está aqui na porta!’. Eu disse: ‘deixa entrar’. Levaram um laptop. Foram muito gentis comigo. O delegado me ligou. Não tenho o que esconder. Sem dúvida tem a ver com as minhas postagens. Já estava esperando. Se não acontecesse é sinal que ninguém dá bola para mim. É sinal que eles têm lido o que escrevo. Me deram recibo” – disse o general Paulo Chagas ao Radar.

O militar é ligado a Jair Bolsonaro e foi candidato ao governo do Distrito Federal com o apoio do hoje presidente da República.

 

 

 



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here