A Petrobras confirmou o corte a patrocínios culturais de projetos nas áreas de cinema, música e teatro. 13 projetos não terão financiamento renovado.

A estatal Petrobras informou aos deputados Áurea Carolina (PSOL-MG) e Ivan Valente (PSOL-SP) que os programas de patrocínio estão sendo revisados desde fevereiro.

A determinação foi do presidente da República, Jair Bolsonaro, que chegou a anunciar a medida pelo Twitter.

A orientação do governo é direcionar os patrocínios da estatal em projetos nas áreas de educação, ciência e tecnologia.

Os cortes anunciados pela Petrobras afetam a Mostra de Cinema de São Paulo, o Festival Rio, o Festival de Brasília e o Anima Mundi, todos tracionais na área do audiovisual.

A promessa da Petrobras é de honrar os contratos já firmados e também um edital no valor de R$ 10 milhões para projetos musicais, informa o portal R7.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here