Todos os estados do Brasil registraram mobilizações contra o corte de verbas do Ministério da Educação nas universidades federais. O MEC bloqueou 24,84% dos gastos não obrigatórios dos orçamentos dessas instituições. O valor é destinado para pesquisas, a compra de materiais básicos e o pagamento de contas de água e de luz. Segundo o governo, esses cortes são necessários por causa do déficit fiscal nas contas públicas. Em Dallas, nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro criticou os manifestantes: “A maioria ali é militante. Não tem nada na cabeça. Se perguntar 7×8 para ele, não sabe. Se perguntar a fórmula da água não sabe. Não sabe nada. São uns idiotas úteis, uns imbecis, que estão sendo usados como massa de manobra de uma minoria espertalhona, que compõe o núcleo de muitas universidades federais do Brasil”, afirmou o presidente.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here