MPF pediu a suspensão do projeto nesta segunda (20)

Por Da Redação

access_time

20 maio 2019, 15h03

O consórcio Rio Motorsports foi a única empresa a entregar proposta na licitação da prefeitura para construção e operação do novo autódromo do Rio, em Deodoro, Zona Norte.

A documentação e a proposta econômica serão analisadas ainda nesta segunda, 20. O grupo chegou a falar num investimento de 700 milhões de reais em troca de uma concessão por 35 anos. A obra ficaria pronta em sete meses e seria feita apenas com recursos privados.

Como o Radar publicou, o Ministério Público Federal pediu a suspensão da licitação até que até que seja apresentado e aprovado o Estudo Prévio de Impacto Ambiental. No ano passado, a Justiça determinara que nada poderia ser feito no local escolhido até a aprovação do estudo. 

(por Fernando Molica)



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here