“Não é para toda pós-graduação, mas para algumas que têm visão de mercado”, explicou o ministro Weintraub.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, disse ser contra cobrança de mensalidade de estudantes na graduação, mas defendeu que isso ocorra para a pós-graduação, como em alguns cursos de mestrado.

Durante audiência em comissão Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (22), Weintraub afirmou:

“Cobrar dos alunos de graduação eu sou contra, porque é uma discussão que vai ser muito acalorada e a gente vai gastar uma energia gigantesca para poucos alunos que são de famílias ricas, mas que as vezes é de família rica e tem pai desnaturado.”

De acordo com a Folha, o titular do MEC acrescentou:

“Mas eu acho que se a gente focar na cobrança de pós-graduação, você não tem que discordar. Está lá o bonitão com o diploma de advogado querendo fazer o mestrado. E aí tem que pensar em pagar. O aluno de graduação, acho que não, esse a gente poderia postergar. Mas o de pós, esse tem condição de pagar.”

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

Segundo o ministro, no entanto, a cobrança não valeria para todos os cursos:

“Não é para toda pós-graduação, mas para algumas que têm visão de mercado, a gente aí poderia cobrar e daria mais receita em relação ao custo, energia e retorno financeiro.”

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here