Autor do recém-lançado “45 do Primeiro Tempo”, ele conta no livro como foi a experiência de viver um ano sabático

Por Cristyan Costa

access_time

12 jun 2019, 07h10

“Você não volta mais o mesmo”, resumiu o jornalista Patrick Santos no programa Perguntar não Ofende, da rádio Jovem Pan, ao relatar a experiência de viver um ano sabático, descrita em detalhes no recém-lançado 45 do Primeiro Tempo. No livro, ele resgata o período em que trocou as 12 horas de trabalho diário por incursões pelas ruas do bairro onde mora em São Paulo, almoços com amigos sem consultas ao relógio durante a semana, leituras incessantes e algumas viagens.

Para muita gente, constata, “no ano sabático você precisa fazer algo extraordinário, viagens mirabolantes”. Ele revogou essa norma. “Fiz coisas muito mais simples. Em vez de subir as montanhas do Himalaia, subi e desci as ladeiras de Perdizes”. Embora ver a agenda em branco tenha causado certo estranhamento no começo, a sensação é descrita por ele como “a oitava maravilha do mundo”. “Consegui reorganizar as ideias”, contou. “É delicioso ter o tempo nas mãos”.



Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here