Um militar foi preso nesta quarta-feira, com 37 quilos de cocaína na Espanha. A droga foi transportada em um avião da FAB, que levava militares para a missão presidencial no Japão, da cúpula do G20. O militar, que atuava como comissário de bordo, foi identificado como segundo-sargento Silva Rodrigues, de 38 anos. Segundo o vice-presidente general Hamilton Mourão, o militar pegaria o mesmo avião que o presidente Jair Bolsonaro para o país japonês. Por isso, a escala do presidente foi transferida da Espanha para Portugal.

A ordem de Bolsonaro é investigar e esclarecer de modo urgente o caso. Para Mourão, o comissário é “uma mula qualificada”. O Planalto garantiu que o homem preso não fazia parte do círculo próximo de militares que viajavam com Bolsonaro. De acordo com o blog Radar, o militar voou com o presidente em fevereiro, quando Bolsonaro precisou fazer exames em São Paulo.

 

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here