Duque de Cambridge, pai de três crianças, afirmou, no entanto, que ficaria preocupado com a maneira como a revelação poderia ser interpretada

Por AFP

access_time

26 jun 2019, 15h42

O príncipe William, neto da rainha Elizabeth II da Inglaterra, afirmou nesta quarta-feira, 26, que “não teria qualquer problema”, se um de seus filhos fosse homossexual, mas disse que se preocuparia com a pressão que ele pudesse sofrer por isso. O duque de Cambridge fez esses comentários em resposta a uma pergunta de um jovem gay no Albert Kennedy Trust, uma associação LGTB britânica que ajuda jovens excluídos devido à sua orientação sexual.

“Eu só me preocuparia com o modo que, especialmente pelo papel que meus filhos têm, isso seria visto e interpretado”, afirmou, garantindo que ele e Kate “conversaram muito sobre isso” para ter certeza de que estão “preparados”. “Apoio plenamente qualquer decisão que eles tomarem, mas me preocupa, do meu ponto de vista como pai, as barreiras, palavras de ódio, perseguição, tudo isso, e a discriminação que possa sofrer.”

William e sua mulher, Kate, têm três filhos: o príncipe George, de 5 anos; a princesa Charlotte, de 4; e o príncipe Louis, que completou 1 ano em abril. William, de 37 anos, é o segundo na linha sucessória ao trono britânico, depois de seu pai, príncipe Charles, de 70 anos. O pequeno George é o terceiro.

Nenhum membro da família real britânica que seja mais próximo ao trono se declarou publicamente gay até hoje. Em setembro do ano passado, o lorde Ivar Mountbatten, primo da rainha Elizabeth II, fez história ao se casar com James Coyle, no que foi o primeiro casamento real entre pessoas do mesmo sexo.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here