O depoimento de 20 páginas do doleiro Alberto Youssef na Superintendência da Polícia Federal em São Paulo, relevou que o agente Dalmey Werlang teria assumido a autoria da instalação de um grampo clandestino na cela do doleiro em 2014. As informações exclusivas são do blog Radar. Segundo as perguntas dos policiais a Youssef, o agente apontou três delegados da Lava-Jato como mandantes da ação. A PF também revelou que a primeira sindicância instaurada foi forjada para preservar mandantes do caso. Leia a reportagem completa aqui.

Giro Vejta também destaca que, após a aprovação do texto principal da reforma da Previdência na última quarta-feira, os deputados votam os 18 destaques apresentados nesta quinta-feira, 11. Entre os tópicos que podem modificar pontos do texto, estão as regras mais brandas para policiais, a nova regra de cálculo para mulheres e mudanças para professores. Para que a reforma vá para o Senado, ainda é necessário que seja aprovado o texto-base com essas alterações dos destaques. A expectativa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, é encerrar a votação na casa ainda nesta semana. “Eu sou otimista, acho que o resultado de ontem é uma demonstração de uma grande maioria, né, 74% da casa a favor da reforma, acho que é importante encerrar esse assunto e na semana que vem poder construir outras pautas na Câmara”, afirmou Maia.

Fonte: Rede Canal

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here